Olá pessoal! Após um longo período sem postar qualquer tipo de tutorial aqui no RETROBITS, decidi fazer um baseado no que mais necessitamos na hora de toda jogatina: OS CONTROLES.

Logicamente que arrumar um controle para se jogar no PC não é tarefa das mais difíceis, pois com R$ 30,00 vocês conseguem um em qualquer loja de informática. Mas, os modelos disponíveis para PC (ainda mais com a tecnologia USB) resumem-se exclusivamente a cópias do DualShock 2, para PlayStation 2, mas você também pode jogar jogos como csgo com a ajuda de sites que dão csgo boosting online.

Para os amantes desse controle, parabéns, o desafio acaba na loja de informática! Entretanto, qualquer outro modelo que não seja o DualShock 2 ou um adaptador USB para outros tipos de controles custam muito caro e são difíceis de se encontrar em terras brasileiras. Mas para os que não se conformam com essa imposição dos fabricantes, é hora de “colocar a mão na massa”, ops, circuitos!

O objeto de nosso tutorial é o meu controle favorito, o controle de Super NES! A partir deste ponto, é importante conhecer algumas particularidades e termos abordados para melhor realização das tarefas!

Conector Fêmea de Super NES

Aqui está a demonstração ilustrativa (a que será utilizada ao longo deste tutorial).

O conector de um controle original de Super NES (modelo SNS-005) possui 7 pinos, mas apenas 5 deles são utilizados. A saber:

Pino 1 – Power: que serve para ligar o controle;
Pino 2 – Clock: que determina o tempo de envio dos Bits do microcontrolador ao console;
Pino 3 – Latch: que administra os bits (segurando ou liberando) enviados pelo microcontrolador ao console;
Pino 4 – Data: que determina/define todas as informações enviadas pelo microcontrolador ao console;
Pino 5: Não Utilizado;
Pino 6: Não Utilizado;
Pino 7 – Ground: é o terra.

OBS: conforme visto acima, todas essas informações são programadas em Assembly, compiladas em hexadecimal e gravadas em um microcontrolador que está conectado à placa do controle.

Microcontrolador de Controle de Super NES

A coloração padrão dos fios do controle SNS-005 é a seguinte:

Pino 1: Fio Branco
Pino 2: Fio Amarelo
Pino 3: Fio Laranja
Pino 4: Fio Vermelho
Pino 7: Fio Marrom

As informações enviadas ao console são interpretadas da seguinte forma:

Botões do Controle e relação com a Distribuição dos Pulsos do Clock

Nossos sempre entusiastas e amigos (programadores e técnicos em informática e eletrônica em geral) acabaram por mapear e identificar no PC os respectivos sinais enviados pelo microcontrolador dos controles de SNES; desta forma, através da porta paralela do PC, a interação/uso de um no outro acabou sendo possível através do conector de encaixe para a respectiva porta , o DB-25.

Conector DB-25 (Fêmea)

Aqui está a demonstração ilustrativa da visão traseira (a que será utilizada ao longo deste tutorial).

Abaixo podemos ver a pinagem do Super NES com a sua correspondente na Porta Paralela:

Notem que o Power do Super NES é conectado a 5 correspondentes na porta paralela. Pois bem, tal conexão é possível conectando-se o Power através de 5 Diodos!

Diodo 1N4148

Mas, como todo ser humano trabalha melhor com imagens, acredito que o esquema abaixo seja ainda melhor indicado para darmos continuidade em nosso tutorial!

Notem que a parte mais “pretinha” dos diodos é que é direcionada ao Fio Power do controle de SNES, enquanto que a outra parte é conectada ao DB-25

Finalmente, passemos para o passo a passo na construção do controle adaptado!

ADAPTANDO-SE UM CONTROLE DE SUPER NES

  • Sistema Operacional utlizado: Windows XP – SP2;
  • Bibliotecas de Gráficos, Áudio, etc: DirectX e DirectX 9.0c;

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS

  • 1 Conector DB-25 Fêmea;
  • 1 Cortador / Desencapador de Fio;
  • 1 Ferro de Solda + Estanho;
  • 1 Cortador de Unha;
  • 1 Controle de Super NES;
  • 5 Diodos 1N4148 (podem ser estes modelos também: 1N914 ou 1N418);
  • 1 Chave de Fenda Pequena ou 1 Chave Philips pequena;
  • 1 Rolo de Fita Isolante;

OBS: nem todos os controles de SNES possuem essa coloração padrão nos cabos. Portanto, a melhor forma de saber qual é o cabo respectivo e sua função é quebrar a capa do conector e abrí-la (tal qual nas figuras abaixo – notem que a coloração é diferente da apresentada aqui).

Um close mais detalhado:

Com o cortador / desencapador de Fios, cortem o cabo do controle próximo ao conector do SNES e desencapem uns 5cm do mesmo!

Feito isso, com o cortador de unhas, desencapem os 5 fios internos do cabo do controle para habilitar os pontos a serem soldados, conforme na figura abaixo:

Comecemos com o Fio Power!

Para soldar os 5 diodos (não esqueçam de deixar uns pequenos pedaços de uns 2cm a 3cm para a solda), eu recomendo fazer uma espécie de leque com os mesmos entrelaçando-os juntamente com o Fio Power e, após isso, aplicar a solda!

Partimos agora para o Fio Ground!

Com os pequenos pedaços dos Diodos cortados, façam uma espécie de Tridente (mas com apenas duas pontas) e entrelacem-no com o Fio Ground e, posteriormente, apliquem a solda nessa junção.

Os outros 3 fios devem ser soldados diretamente ao conector DB-25. Terminada essa operação e caso achem necessário, utilizem fita isolante nas soldas do Fio Power e do Fio Ground para se evitar o contato entre os dois quando fecharem a capa protetora.

Finalmente, ponham as presilhas de segurança (que vem com o conector DB-25) na parte do cabo que ficará dentro da capa protetora para que ele – caso seja suspenso ou sofra com puxões bruscos – não permita a movimentação dos fios soldados ao conector, acarretando em ruptura dos pontos soldados.

O resultado final é o apresentado abaixo:

Parabéns, vocês concluíram a parte do Hardware!

DRIVERS PARA O NOVO CONTROLE

Agora, habilitemos o controle para ser utilizado no PC!

Dentre os diversos Drivers para controles de Super Nes no PC, como PSXPad, NTPad, DirectPad, etc o que realmente fez e faz diferença para mim é o PPJoy.

OBS: A Porta Paralela de meu PC está configurada da forma abaixo (ela está funcionando perfeitamente):

  • Porta Paralela Integrada: 378/IRQ7;
  • Modo da Porta Paralela: SPP;
  • Usar DMA no modo ECP: 3 (habilitado);

Mas caso dê problemas com o Driver na hora instalação como o abaixo…

Entrem no Setup do PC (normalmente com a tecla DEL e logo quando o PC está sendo iniciado) e vão em “PERIFÉRICOS INTEGRADOS” e alterem o Modo da Porta Paralela para ECP!

Então, instalemos o PPJoy. Baixem-no aqui: PPJoy 0.8.4.6.

Caso apareça a janela abaixo, basta clicarem Executar.

Na tela seguinte, pressionem NEXT!

Nos termos de licença, cliquem em I Agree.

Neste ponto, vocês poderão optar entre escolher uma pasta específica para instalar o Driver ou deixar que o próprio instalador o faça (é o recomendado, portanto, cliquem simplesmente em Install)

Aqui é apenas a tela de progresso de instalação!

Caso apareça a mensagem abaixo, basta clicarem em Continuar Assim Mesmo!

Após essa tela de progresso, pode ser que torne a vir mais um alerta, basta clicarem novamente em Continuar Assim Mesmo!

Durante essa etapa, surgirá uma nova tela de instalação! Basta clicarem em Avançar!

Uma vez mais, com a imagem abaixo, basta clicarem em Continuar Assim Mesmo!

Após essa primeira parte da instalação, surgirá uma outra com a necessidade de um complemento, cliquem em Avançar!

Tudo ok, aparecerá a mensagem abaixo!

Para testarem o controle (eixos e botões), vão em Iniciar / Configurações / Painel de Controle / Controladores de jogos e façam os testes necessários em propriedades!

Distribuição dos Botões

Eixo -Y: Direcional Cima
Eixo +Y: Direcional Baixo
Eixo -X: Direcional Esquerda
Eixo +X: Direcional Direita
Botão 1: A
Botão 2: B
Botão 3: Select
Botão 4: Start
Botão 5: X
Botão 6: Y
Botão 7: L
Botão 8: R

É isso aí! Boa sorte e boa jogatina!

ADAPTANDO-SE UM MULTITAP DE SUPER NES

Depois de aprender como adaptar um controle de Super NES para uso no PC, me veio aquela tristeza: “puxa vida, o controle é original e nunca mais poderei utilizá-lo em meu console; e o que é mais triste ainda: só dá para utilizar um único controle!”

Pois é pessoal, repararam que eu sou um constante insatisfeito? Bom, fiquei imaginando uma forma de se adaptar mais de um controle na porta paralela e após incansáveis buscas pela internet – sempre em sites gringos (sites brasileiros não encontrei) – foi possível descobrir que realmente há um caminho. E o mais interessante é que este caminho levou-me ao resultado de que podem ser conectados até 5 controles pela porta paralela. Abaixo está a pinagem para esses controles adicionais na porta paralela:

OBS: Notem que a coloração acima apenas é uma demonstração de onde serão conectados os fios à porta paralela! Ela não reflete a coloração padrão dos fios de um Multitap, apesar de seguir, em partes, os 5 fios de um controle original de Super NES (SNS-005) criando-se cores para os controles adicionais, como: Verde – Controle 2, Azul – Controle 3, Rosa – Controle 4 e Cinza – Controle 5.

Observem que ela é praticamente idêntica à Pinagem para um único controle, adicionando-se apenas mais 4 Dados de Controles, que são os correspondentes para os controles de 2-5. Curiosamente, nada foi alterado para os fios Power, Clock, Latch, Data (Controle 1) e Ground, ou seja, o trabalho na porta resume-se em adicionar apenas mais 4 fios!

Pela pinagem e para facilitar, podemos nos orientar pelo esquema abaixo:

Com a informação acima, algumas pessoas pegaram o conector DB-25 e ligaram dois controles de uma só vez e acabaram criando este modelo funcional, mas que não agrada muito:

Outras se utilizaram de cabos extensores de SNES para fazerem suas adaptações. Abaixo temos este modelo com cabo extensor (esteticamente, não muito bonito, mas funcional):

Eu gostei bastante deste modelo abaixo, apesar de ter um Lay-out mais simples:

Para a concepção para até 2 controles, o primeiro modelo já atende de forma satisfatória, mas para jogos como Secret of Mana (3 players), International Super Star Soccer Deluxe (4 players), NBA Live 97 (5 players) e Super Bomberman 5 (5 players) os esquemas acima acabaram se tornando inviáveis ou, mais especificamente, incompletos.

O mais triste é que dois dos modelos acima mencionaram a utilização dos referidos “cabos extensores de Super NES”! Encontrá-los é uma tarefa difícil demais; tanto que, nessas minhas buscas por controles extras na Porta Paralela, um camarada (por não achar tais cabos) acabou cortando o cabo do controle de Super NES, deixando numa extremidade o conector fêmea intacto e na outra extremidade, ele soldou um conector DB-09 macho; do controle para a ponta cortada do cabo, ele soldou um conector DB-09 Fêmea.

E a caixinha para os controles extras foi toda construída com conectores DB-09, excetuando-se o cabo conector para a porta paralela (neste caso, o DB-25). Até fiquei animado com essa idéia, mas o trabalho era tão grande e o custo “TEMPO” razoavelmente mais elevado, pois seriam necessários 10 conectores DB-09 machos + 10 Capas Protetoras, 5 conectores DB-09 Fêmeas + 5 capas Protetoras e muita paciência para soldar cada um deles que acabei desistindo.

Durante um período, abandonei o projeto através da porta paralela e optei por contatar uma empresa chinesa em fazer adaptadores e fiz enquetes para saber o grau de aceitação de um Multitap USB para 5 players de SNES. Abaixo estão os links das referidas enquetes:

http://forum.retrobits.com.br/viewtopic.php?f=35&t=6724
http://forum.jogos.uol.com.br/Multitap-SNES-USB-5-Players—Alguem-compraria_t_671837
http://board.zsnes.com/phpBB3/viewtopic.php?f=9&t=13522
http://lavalit.com/index.php/topic,4253.0.html

O resultado? Apesar de algum interesse por parte das pessoas pesquisadas, o chinês acabou me solicitando um mínimo de 1.000 unidades já previamente vendidas para que o projeto fosse desenvolvido! Um balde água fria na cabeça e voltei à estaca zero! Mas, ao jogar em casa em meu Super NES, reparei detalhadamente o meu multitap, o TRIBAL TAP da Naki e pensei: “seria possível adaptá-lo?”

Tribal Tap

O Tribal Tap é o único multitap para Super NES com 5 ports de encaixe, permitindo (com o controle no Port # 01 do console) que até 6 players joguem simultaneamente. O lay-out dele é muito bonito por sinal e o mais funcional: ele me daria os 5 controles para se jogar no PC!

E o lado bom é que o Tribal Tap é relativamente fácil de ser encontrado, seja nacional ou internacionalmente e o seu preço é bem baixinho, baixinho. Vejam alguns anúncios abaixo:

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-139944573-multi-tap-para-super-nintendo-nes-mult-tap-controle-joystick-_JM
http://shop.ebay.com/i.html?_nkw=snes+%28tap%2Cmultitap%29
http://www.dascheap.com/super-nintendo-tribal-tap-snes-4-player-controller-adapter.html
http://www.techloops.com/sunitrtap46p.html

Com receio de estragar o meu Tribal Tap, comprei um outro, fiz alguns ajustes na placa de circuito, confeccionei um novo cabo conector com o DB-25 e… BINGO! Deu certo! Hahahahaha! E, aproveitando este momento de euforia, decidi compartilhar essa “descoberta” com vocês!

  • Sistema Operacional utlizado: Windows XP – SP2;
  • Bibliotecas de Gráficos, Áudio, etc: DirectX e DirectX 9.0c;

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS

  • 1 Conector DB-25 Fêmea;
  • 1 Cortador / Desencapador de Fio;
  • 1 Ferro de Solda + Estanho;
  • 1 Cortador de Unha;
  • 1 Multitap, modelo Tribal Tap com 5 Ports;
  • 5 Diodos 1N4148 (podem ser estes modelos também: 1N914 ou 1N418);
  • 1 Chave de Fenda Pequena ou 1 Chave Philips pequena;
  • 1 Cabo com 9 Fios internos;
  • 1 Alicate;
  • 1 Estilete ou 1 lixa de unha motorizada;
  • 1 Rolo de Fita Isolante;

PREPARANDO-SE O CABO CONECTOR

Como precisaremos criar tudo do zero, vocês necessitarão de um cabo com 9 fios internos. Eu particularmente recomendo algum dos abaixo:

  • Cabo de Controle de Mega Drive / Gênesis (6 botões): 9 fios exatos;
  • Cabo de Controle de Sega Saturn: 9 fios exatos;
  • Cabo de Impressora Porta Paralela: 25 Fios;

Cabo de Impressora Porta Paralela – 25 Pinos

OBS: caso utilizem o cabo de impressora, tenham muito cuidado na hora de separar os fios, pois alguns deles possuem cores muito parecidas com a dos outros. Ex: Cabo Laranja, praticamente idêntico ao Laranja-Branco!

Na extremidade que será conectada ao DB-25, desencapem uns 5cm do cabo (não esqueçam de desencapar todos os nove fios com o cortador de unha e de deixar aquelas pequenas pontas para a solda), enquanto que na extremidade que será conectada ao Tribal Tap, desencapem uns 10cm. Após isso, com o cortador de unha, desencapem 5cm dos seguintes fios (eles serão conectados ao Plug Breakout e não será necessário soldar):

  • Power;
  • Clock;
  • Latch;
  • Dados – Controle 1;
  • Dados – Controle 2;
  • Dados – Controle 3;
  • Ground;

Já para os cabos Dados – Controle 4 e Dados – Controle 5, desencapem os pequenos pontinhos para solda mesmo, pois eles serão soldados diretamente na placa! Neste trabalho progressivo, nosso cabo conector ficará assim:





Preparado o cabo, passemos para os ajustes na placa do Tribal Tap!

PREPARANDO-SE A PLACA DE CIRCUITO

Ao abrirmos o Tribal Tap, esta será a primeira visão que teremos dele:

No outro lado da placa teremos esta visão aqui:

Recomendo neste instante que vocês identifiquem quais são os conectores do controles de 1-5, tanto na frente, quanto no verso da placa. Vejam:


Nosso próximo passo é desconectar o cabo com o conector de Super Nes fêmea do Tribal Tap!

OBS: quando retirarem o cabo, tenham cuidado para não destruírem a caixinha do conector Breakout de 7 Pinos!

Caixinha Conector Breakout

Com uma pequena chave de fenda (chave de precisão), retirem um a um os 7 fios do interior da caixinha, inclusive as 7 presilhas de metal. Portanto, a caixinha terá de ficar limpa para que a utilizemos posteriormente!

E aqui está a nossa placa (mais destacada):

Aparentemente, a placa de circuito parece um MONSTRO desafiador, mas colocando-a em destaque e conhecendo como funciona o esquema de pinagem dos controles de Super NES, podemos brincar com as cores e identificar cada um dos pinos para todos os controles. Pensando e seguindo isso, teremos a imagem abaixo:

OBS: Não esqueçam de que os códigos de cores acima usados indicam o seguinte:

  • Power;
  • Clock;
  • Latch;
  • Dados – Controle 1;
  • Dados – Controle 2;
  • Dados – Controle 3;
  • Dados – Controle 4;
  • Dados – Controle 5;
  • Ground;

Com essa imagem de identificação, ainda poderemos assimilar isto aqui abaixo:

Com toda a informação acima na mente, torna-se muito mais fácil de entender e executar os ajustes necessários na placa.

Consegui identificar itens que não podem ser removidos ou mexidos no verso da placa ou a comunicação entre as trilhas seria cortada. Abaixo estão os itens que NÃO podem ser mexidos, pois eles ficarão na placa permanentemente. Observem:

Itens que NÃO podem ser mexidos

OBS: a chave seletora 2p-6p e o LED não serão mexidos meramente para não se perder tempo em retirá-los, uma vez que não atrapalharão no funcionamento da placa após os ajustes que serão realizados e também por questões estéticas (hehehehe).

Já os itens abaixo tem de ser removidos na “marra” ou atrapalharão todo o esquema de adaptação para a porta paralela do Tribal Tap.

Itens Removíveis

Após a remoção dos itens acima, precisamos fazer alguns pequenos ajustes (cortes de trilhas) na parte frontal da placa para isolarmos a Chave Seletora 2p-6p.

Chave Seletora 2p-6p

A imagem abaixo eu retirei da internet e percebemos claramente que o camarada retirou a Chave Seletora e todo a solda que a segurava. Aqui não teremos esse trabalho, apenas cortaremos as trilhas que não serão necessárias

Para cortar as trilhas eu utilizei um lixa de unha à pilhas (mais cômodo, hehehehe)…

Após os cortes…

Com o isolamento da Chave Seletora 2p-6p, nosso próximo passo é fazer a conexão de todos os 9 fios da placa.

FIO POWER

A conexão dele será moleza pois ele já está todo interligado. Na parte frontal podemos observar o caminho traçado por ele…

…enquanto que no verso podemos observar a peça (uma espécie de Torre de 3 pernas com cabeça preta) que faz o ponto de junção do FIO POWER.

Portanto, NÃO mexam no Fio Power, apenas acostumem-se com o trajeto percorrido por ele para não o cortarem acidentalmente!

FIO CLOCK

O Fio Clock percorre o trajeto abaixo e só não está conectado ao Clock do Controle 1 que, por sua vez, faz a junção com o clock do Conector Breakout de 7 pinos. Vocês notarão que será necessário fazer um “Fio Ponte” em uma das junções e na outra parte, basta apenas espalhar a solda sobre os contatos e tudo estará resolvido!

Trajeto do Fio Clock na parte frontal e…

…conexão no verso da placa!

FIO LATCH

O Fio Latch nos dará um pouquinho mais de trabalho, uma vez que ele não está conectado nem ao controle 1 e nem ao conector Breakout de 7 pinos.

Conforme visto acima, necessitaremos fazer dois Fios de Conexão para fecharmos o trajeto do Latch.

FIO GROUND

O Fio Ground também nos dará uma grande vantagem, pois ele está conectado a todos os 5 controles. Mas claro, devemos nos atentar para o trajeto que ele faz no intuito de se evitar cortes e/ou soldas erradas.

Trajeto do Fio Ground…

Abaixo podemos observar detalhadamente a conexão no verso da placa que ele possui!

Os Dados de Controles são fios, como já vimos, peculiares a cada um dos 5 controles. Desta forma, a seqüência de imagens abaixo indicarão os pontos onde deverão ser soldados cada um deles (criando-se os Fios de Ligação).

DADOS – CONTROLE 1

DADOS – CONTROLE 2

DADOS – CONTROLE 3

CONECTOR BREAKOUT

Finalizados os 7 fios que são conectados ao Breakout, é hora de prepararmos a caixinha plástica do mesmo (aquela que foi retirada sem sofrer danos, lembram?)

Aparência Física…

Aparência Ilustrativa…

Caso tenham dúvida quanto à seqüência de fios, abaixo está a respectiva seqüência dos 7 pinos:

Agora, ponham um a um os fios até puxá-los totalmente para o interior da caixinha e tornem a inserí-los na parte superior da mesma.

O procedimento acima fará com que os pinos de contato do Breakout se interliguem com o cabo com o plug DB-25 sem a necessidade de soldá-los!

Conectados os 7 fios, passemos para os dois últimos!

DADOS – CONTROLE 4

DADOS – CONTROLE 5

Este fio possui uma junção no verso da placa, conforme imagem abaixo:

Elimine essa junção para que vocês possam realizar a solda do fio Dados de Controle 5 no local especificado abaixo:

Neste exato momento, após estes ajustes, a placa estará mais ou menos como a foto abaixo:

E aqui está o nosso Tribal Tap adaptado para uso no PC…

Depois de todo esse trabalho, é hora de conectarmos o Tribal Tap no PC!

DRIVERS PARA O MULTITAP

Agora, habilitemos o Tribal Tap para ser utilizado no PC!

O driver utilizado para o Tribal Tap será o mesmo PPJoy que utilizamos para um único controle. E a instalação é exatamente igual, também!

Então, instalemos o PPJoy. Baixem-no aqui: PPJoy 0.8.4.6.

Feita a instalação de um único controle, passemos à etapa seguinte para adicionar os controles de 2 a 5.

Para isso, vão em Iniciar / Configurações / Painel de Controle e cliquem no ícone indicado…

Na imagem seguinte, pressionem ADD!

Após isso, deixem a configuração conforme a imagem abaixo e tornem a pressionar ADD!

Nas imagens que aparecerão a seguir, simplesmente cliquem em AVANÇAR!



Ao aparecer o aviso abaixo, simplesmente ignorem e cliquem em “Continuar assim mesmo!”

Ao término, cliquem em cloncluir!

O programa pedirá a instalação do aplicativo abaixo!

Cliquem em Avançar para finalizar em definitivo o processo!

Repitam essa mesma operação para os demais controles (3 a 5) para que todos os 5 sejam instalados.

Após isso, vão em Iniciar / Configurações / Painel de Controle / Controladores de Jogos…

… e façam os testes em cada um dos 5 controles!

PARA OS QUE NÃO POSSUEM PORTA PARALELA NO PC

Apesar de aparentemente ultrapassada, muitos periféricos se comunicam com o PC através da Porta Paralela, sejam impressoras matriciais (normalmente de empresas para Notas Fiscais), scanners, etc. Quem não possui a referida porta, mas que a placa mãe tenha suporte para a mesma, recomendo a compra do produto abaixo:

11 in DB-25 – Paralela Fêmea (Cabo Port Adaptador com Presilhas)

Para as placas mães sem esse suporte, ainda recomendo um adaptador via PCI.

Placa PCI Paralela DB-25

E, para aqueles que não queiram abrir o computador resta, como última opção, o produto abaixo via USB.

Cabo conversor Paralela x USB – 25 pinos

OBS: Caso a Porta Paralela do PC seja um conector fêmea, não se preocupem, abaixo temos outro produto que resolve esse problema!

Gender Changer – DB-25 (Macho)

LISTA DE JOGOS MULTIPLAYERS

Muitos devem estar se perguntando para que fazer a adaptação num Multitap para 5 players. Pois bem, além dos vários emuladores disponíveis com essa opção, a lista abaixo já responde bem ao porquê desse esforço!

Lista de Jogos Multiplayers

Boa sorte e boa jogatina para os que tentarão fazer essas adaptações!

FONTES E REFERÊNCIAS

http://www.tolaris.com/snes-to-parallel/
http://www.arcadebr.com.br/joystick-de-snes-no-pc/
http://mozy.org/snespad/
http://forum.outerspace.com.br/showthread.php?t=26195
http://www.i-hacked.com/content/view/143/62/
http://www.thesingleone.com/index.php?yhtg=55
http://www.gamesx.com/controldata/snesdat.htm