Review: Tempo
Console: Mega 32X
Produtora: SEGA
Lançamento: 1995
Jogadores: 1
Autor: Hyper Emerson

Que coisa. Meu vigésimo review por aqui.
Então, aqui vai um dos meus favoritos, um jogo do 32X sobre um gafanhoto dançante.

Tela Inicial

Tela Inicial

-Enredo-
Lembro que o manual do jogo falava sobre um rei chamado Dirge, que queria controlar o poder da música e blá-blá-blá, dai tem esse gafanhoto, Tempo, que tem de derrotar os comparsas do rei num campeonato e coisa e tal. Hahaha.

tempo32x002_wwwretrobitscombr

tempo32x003_wwwretrobitscombr

-Sobre o Jogo-
Tempo é um jogo de plataforma e possui 7 fases. Tempo pode realizar alguns ataques com o botão A, pular alto e planar com o B, e lançar notas musicais paralizantes com o C. Tempo é meio lento. Parece um Belmont “Pimpwalkando”. Dando um duplo cutucão numa direção, ele começa a correr. Enquanto corre, ele fica meio descontrolado, mas, em conjunto com a rasteira, esse é um movimento muito útil contra certos chefes. Estranhamente, quando eu jogava no 32X, eu dificilmente conseguia fazer esse movimento funcionar no joystick, o que acabava complicando muito o jogo. Com um certo powerup, Tempo recebe a ajuda da borboleta Katy, que passa a chutar os inimigos que ele paralisa. Ela também pode quebrar certas barreiras que levam a outras áreas. O problema é que, se você tomar muita pancada, a Katy vai embora, na maior cara-de-pau. As fases não são muito longas, mas tem várias passagens secretas para serem exploradas.

tempo32x004_wwwretrobitscombr

O jogo tem gráficos muito bonitos. Os sprites são extremamente bem animados e detalhados. Porém, talvez o excesso de elementos no background possa destrair a atenção do jogador. O jogo também é muito cheio de imagens com flash, logo, cuidado com seus olhos. As músicas também são boas, e cobrem vários estilos musicais. O jogo não dura mais que 2 horas se você passar direto pelas fases sem perder muitas vidas. Mas o jogo não é fácil. Muitas vezes surgirão obstáculos que arrancarão grandes quantidades de HP de Tempo. Os chefes são ágeis e poderosos, e, a partir do quarto, passam a tentar capturar os powerups que aparecem durante a batalha. E se você perder? Prepare-se para ver eles HUMILHANDO você! Além das fases normais, existem 3 minigames na tela de seleção de fases. Esses minigames são só joguinhos de apertar botões conforme o ritmo da música, logo, não são muito interessantes. Mas podem render pontos e algumas vidas.

tempo32x005_wwwretrobitscombr

tempo32x006_wwwretrobitscombr

No final, durante os créditos, aparece uma imagem especial que dependerá da quantidade de pontos com que você termina o jogo. Há tempos (há), quando eu tinha tempo (heh) e paciência para explorar as fases, nem mesmo uma pontuação perfeita em quase todas elas e algumas jogadas nos minigames me permitiam passar da segunda imagem. Talvez por isso a fase final seja um labirinto, mas ninguém tem paciência pra ficar rodando em círculos lá por muito tempo (hi). O jogo usa um sistema de passwords, mas elas só aparecem quando você perde todas as vidas. Este é um dos melhores jogos do 32X. Recomendado. Tempo também teve um port para o Game Gear e uma continuação para o Sega Saturn, “Super Tempo”. Mas esse jogo, como se não bastasse ser do Saturn (logo, pouco acessível), ficou só no Japão. Após isso, Tempo, infelizmente, acabou na lista de personagens esquecidos pela Sega, que sequer são citados na série Superstars.

-Bônus-
Dêem só uma olhada na arte da caixa americana do jogo:
Caixa Americana

Agora compare com a arte da versão japonesa:
Caixa Japonesa

Que coisa, não?
Mas, os caras realmente achavam que iam conseguir mais vendas com AQUILO?!
Eu sempre olhava para aquela caixa com uma expressão “WTF” no rosto…